Português
Prova discursiva realizada no
dia 03/07/99 das 8:00 às 12:00.
Enunciado das questões e gabarito.

Texto I
A um poeta
1 Longe do estéril turbilhão da rua,
Beneditino, escreve! No aconchego
Do claustro, na paciência e no sossego,
Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!
5 Mas que na forma se disfarce o emprego
Do esforço; e a trama viva se construa
De tal modo, que a imagem fique nua,
Rica mas sóbria, como um templo grego.

10
Não se mostre na fábrica o suplício
Do mestre. E, natural, o efeito agrade,
Sem lembrar os andaimes do edifício:
  Porque a Beleza, gêmea da Verdade,
Arte pura, inimiga do artifício,
É a força e a graça na simplicidade.

Olavo Bilac. Antologia de poesia brasileira - Realismo e Parnasianismo.
São Paulo: Ática, 1998, p. 48.


Texto II

Evocação do Recife
(fragmento)
1



5





10 




15





20




25
Recife
Não a Veneza americana
Não a Mauritsstad dos armadores das índias Ocidentais
Não o Recife dos Mascates
Nem mesmo o Recife que aprendi a amar depois -
        Recife das revoluções libertárias
Mas o Recife sem história nem literatura
Recife sem mais nada
Recife da minha infância
----------------------------------------------------------------------------------
Rua da União onde todas as tardes passava a preta das bananas
                                            Com o xale vistoso de pano da Costa
E o vendedor de roletes de cana
O de amendoim
                          que se chamava midubim e não era torrado era cozido
Me lembro de todos os pregões:
            Ovos frescos e baratos
             Dez ovos por uma pataca
Foi há muito tempo...

A vida não me chegava pelos jornais nem pelos livros
Vinha da boca do povo na língua errada do povo
Língua certa do povo
Porque ele é que fala gostoso o português do Brasil
         Ao passo que nós
         O que fazemos
         É macaquear
         A sintaxe lusíada
 
Manuel Bandeira. Estrela da vida inteira.
Rio de Janeiro: José Olympio, 1973, pp. 114-115-116.

 
1

A comparação entre os dois poemas acentua diferenças formais e temáticas que marcam momentos distintos da literatura brasileira: o Parnasianismo e o Modernismo.
Tomando por base os trechos selecionados, justifique a afirmação acima.

Resposta

Texto I - preocupação formal; métrica regular, esquema simétrico de rimas; valorização da "arte pela arte" (v.1); objetivismo e impassibilidade; defesa de uma arte de tradição exclusivamente erudita (v. 1 e 2); aproximação da cultura clássica (v. 7 e 8).

Texto II - liberdade de pesquisa e criação estética; uso de versos livres e brancos; aproximação entre língua falada e escrita pelo uso do registro coloquial; valorização da cultura popular (v. 19 - 22); crítica à dependência cultural.


 
2

A defesa da valorização e incorporação da "língua certa do povo" à literatura caracterizou o início do movimento modernista.

Desenvolva a afirmativa acima e ilustre sua resposta comentando o verso Me lembro de todos os pregões (linha 15)

Resposta

O poema de Manuel Bandeira representa a postura estética predominante no primeiro momento modernista, a chamada "fase heróica". Observa-se a defesa da incorporação da "fala brasileira" à literatura, marcada pela aproximação entre língua falada e escrita, pelo uso do registro coloquial e pelo tratamento dispensado às formas consideradas "erradas" pela normas da língua culta. No verso "Me lembro de todos os pregões", o poeta, propositalmente, coloca o pronome átono antes do verbo no início da frase, defendendo o seu uso poético como uma contribuição da "fala popular" aos novos valores propostos pelo Modernismo.


 
3

3.1 - Retire dos textos um exemplo de: (indique o número do texto e o número da linha)
o substantivo derivado de adjetivo:
__________________________________________ (texto __, linha __)
o adjetivo derivado de verbo:
__________________________________________ (texto __, linha __)

3.2 - Retire dos poemas uma palavra ou expressão com a mesma função sintática de:
o os andaimes do edifício (texto I, linha 11):
___________________________________________ (texto __, linha __)
o a preta das bananas (texto II, linha 10):
___________________________________________ (texto __, linha __)
o longe do estéril turbilhão da rua (texto I, linha 1):
____________________________________________ (texto __, linha __)

Resposta


3.1 -
Beleza (texto I, linha 12)
errada (texto II, linha 20)

3.2 -
a sintaxe lusíada (texto II, linha 26)
a imagem (texto I, linha 7)
no aconchego do claustro (texto I, linhas 2/3)


 
4

Complete as lacunas de modo a formar um texto coeso e coerente. Use apenas uma palavra em cada lacuna.

A coleção Antologia dos poetas brasileiros, em ________________ páginas encontramos uma excelente amostra da produção poética nacional desde os seus primórdios, foi organizada por Manuel Bandeira, tendo sido recentemente reeditada por uma editora carioca. _________________-se ali não somente poemas dos autores mais célebres, como também textos de poetas ditos "menores". Isso não é uma opção comum em antologias; Manuel Bandeira acreditava, __________________, que "um autor secundário apresenta muita vez aspectos grandemente reveladores". O leitor de sua Antologia tem, _________________, a chance de percorrer a história da poesia brasileira guiado por um olhar sensível que não se limita ao território consagrado pela crítica.

Resposta

A coleção Antologia dos poetas brasileiros, em CUJAS páginas encontramos uma excelente amostra da produção poética nacional desde os seus primórdios, foi organizada por Manuel Bandeira, tendo sido recentemente reeditada por uma editora carioca. ENCONTRAM-se ali não somente poemas dos autores mais célebres, como também textos de poetas ditos "menores". Isso não é uma opção comum em antologias; Manuel Bandeira acreditava, PORÉM, que "um autor secundário apresenta muita vez aspectos grandemente reveladores". O leitor de sua Antologia tem, ASSIM, a chance de percorrer a história da poesia brasileira guiado por um olhar sensível que não se limita ao território consagrado pela crítica. 


 
5

5.1 - Complete os espaços abaixo, transformando as orações reduzidas (sublinhadas) em orações desenvolvidas:

(a) Afastando-se do turbilhão da rua, o poeta trabalharia melhor.
Sempre que ___________________________________________________, o poeta trabalharia melhor.

(b) Tendo conhecido muitos lugares do mundo, o poeta jamais esquecia a Recife de sua infância.
Embora _______________________________________________________, o poeta jamais esquecia a Recife de sua infância.


5.2 - Reescreva o período abaixo, transformando as orações reduzidas (sublinhadas) nas orações desenvolvidas do tipo solicitado:

(a) Mantida uma preocupação exagerada com o estilo, o poeta não alcançará a simplicidade essencial ao poema.
________________________________________________(oração condicional), o poeta não alcançará a simplicidade essencial ao poema.

(b) Ocupado demais com a gramática, o poeta deixou de perceber a riqueza da fala do povo.
__________________________________________________ (oração causal), o poeta deixou de perceber a riqueza da fala do povo.

Resposta

5.1 -
(a) Sempre que SE AFASTASSE DO TURBILHÃO DA RUA, o poeta trabalharia melhor. (b) Embora TIVESSE CONHECIDO MUITOS LUGARES DO MUNDO, o poeta jamais esquecia a Recife de sua infância.

5.2 -
(a) SE MANTIVER UMA PREOCUPAÇÃO EXAGERADA COM O ESTILO (oração condicional), o poeta não alcançará a simplicidade essencial ao poema.
(b) PORQUE SE OCUPOU DEMAIS COM A GRAMÁTICA (oração causal), o poeta deixou de perceber a riqueza da fala do povo.