PUC-Rio - Solar Grandjean de Montigny
Brasão
 

Direção de 1996 a 2017: Profª Piedade Epstein Grinberg


Processo de digitalização de documentos e imagens do arquivo Solar Grandjean de Montigny – PUC Rio e atualização do site.

Início: 2013

Seleção e digitalização:

Exposição 1980 a 2017:
André Luis Gonçalves Pereira
Carlos Augusto Scalzo
Rita de Cássia Vasconcellos de Mattos
O Solar e a Imprensa - 1980 a 2017:
André Luis Gonçalves e
Carlos Augusto Scalzo

Imagens e informações para o site: Rita de Cássia Vasconcellos de Mattos

Atualização no site: RDC

O Solar Grandjean de Montigny é um belo exemplo da arquitetura neoclássica brasileira. Tombado como monumento nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1938, preservado e restaurado, localiza-se em área privilegiada, na entrada do campus da PUC-Rio. Construída como a residência do arquiteto francês Auguste Henri Victor Grandjean de Montigny - que veio ao Brasil em 1816 integrando a Missão Artística Francesa trazida por D. João VI para impulsionar uma nova vida às artes e à cultura da cidade – a casa é considerada um dos mais importantes exemplos da adaptação da arquitetura neoclássica ao clima tropical.

Como Museu Universitário representa um elo especial entre a Universidade e a comunidade, sendo um espaço para realização de atividades culturais e artísticas, oferecendo também acervo, arquivo e biblioteca.

Visitado por um público bem diversificado, o Solar distingue-se no panorama cultural do Rio de Janeiro e do país pela qualidade de suas exposições históricas e artísticas que têm como objetivo incentivar o estudo e a reflexão sobre a arte e a cultura brasileira do século XIX, XX.e XXI.

Profª Piedade Grinberg


Voltar


Site desenvolvido pelo RDC