O Bacharelado em Matemática da PUC-Rio:

  • Recebeu nota máxima (5) no Exame Nacional de Cursos (Enade 2005/2006).
  • Recebe nota máxima (5 estrelas) no Guia do Estudante (Editora Abril) desde 2004.
  • Forma alunos que se destacam no mundo acadêmico (com doutorados cursados no IMPA, Columbia, Cornell, Harvard, entre outros) e na iniciativa privada (funcionários da Google, Gávea Investimentos, e FGV Consultoria, entre outros).
  • Possui uma estrutura curricular flexível que permite complementar a formação matemática com disciplinas de outras áreas (e.g., computação ou finanças) e disciplinas de pós-graduação.

Leia mais sobre o Bacharelado em Matemática da PUC-Rio e seus alunos em:
http://www.mat.puc-rio.br/pagina.php?id=graduacao


Receberão bolsas integrais para cursar o Bacharelado em Matemática da PUC-RIO:

  • Os dois melhores colocados no Desafio em Matemática, de acordo com os critérios estipulados no edital abaixo

  • Um medalhista da Olimpíada Brasileira de Matemática, de acordo com os critérios estipulados no edital abaixo.

Bolsas Arquimedes: Além da bolsa integral, que tem vigência durante toda a graduação, os dois bolsistas via Desafio em Matemática e o bolsista via Olimpíada Brasileira em Matemática receberão durante o primeiro ano da graduação a bolsa Arquimedes, no valor de R$500,00 mensais. A renovação das bolsas Arquimedes em anos posteriores dependerá do desempenho de cada bolsista. Leia mais sobre a bolsa e os bolsistas Arquimedes em http://www.mat.puc-rio.br/pagina.php?id=bolsas_bacharelado

Podem se inscrever todos aqueles que estão inscritos para o Vestibular da PUC-Rio para o Ciclo Básico do Centro Técnico Científico (CB-CTC) (Engenharia, Física, Matemática e Química).

INFORMAÇÕES SOBRE A PROVA

 


Edital do Programa de Bolsa para o curso de Bacharelado em Matemática


a) Para a Inscrição
no Desafio

  • Estar inscrito no Vestibular PUC-Rio para o Ciclo Básico do Centro Técnico Científico (Engenharia, Física, Matemática e Química).


b) Para a Aprovação no exame “Desafio em Matemática” e obtenção das Bolsas via Desafio

  • Os melhores colocados no exame ganharão menção honrosa. Todos os aprovados ganharão um certificado de aprovação.
  • Os dois (2) primeiros colocados no exame, dentre os aprovados, serão agraciados com bolsa integral de estudo para o curso de Bacharelado em Matemática do Departamento de Matemática da PUC-Rio.
  • Haverá uma lista de espera, de acordo aos critérios da banca examinadora, em caso de desistência entre os agraciados.


c) Para a obtenção da Bolsa via Olimpíada Brasileira de Matemática

  • Um medalhista na Olimpíada Brasileira de Matemática será agraciado com bolsa integral de estudo para o curso de Bacharelado em Matemática do Departamento de Matemática da PUC-Rio.
  • Caso mais de um medalhista se apresente, um medalhista de ouro terá prioridade em relação a um medalhista de prata, que por sua vez terá prioridade sobre um medalhista de bronze.
  • Para receber a bolsa via olimpíada, não é necessário participar do Desafio em Matemática, mas apenas ser admitido para ingresso no CTC na PUC-Rio, via ENEM ou Vestibular.
  • Medalhistas interessados devem enviar e-mail para o endereço nicolau@mat.puc-rio.br


d) Para a implementação e manutenção das Bolsas via Desafios e Olimpíada Brasileira de Matemática

  • O estudante deve haver sido aprovado para ingresso no CTC na PUC-Rio, via ENEM ou provas do Vestibular.
  • O estudante deve cumprir todos os requisitos e convocações para matrícula na PUC-Rio. O não cumprimento dos requisitos e convocações acarretará na perda da bolsa.
  • A bolsa será outorgada desde o primeiro semestre de matrícula e estará vinculada à permanência do estudante no curso de Bacharelado em Matemática. Qualquer eventual mudança de curso, ou desistência do mesmo, acarretará na perda da bolsa.
  • A manutenção da bolsa seguirá as regras gerais de Bolsistas de desempenho acadêmico da PUC-Rio.
  • Haverá um prazo máximo estabelecido pela comissão organizadora para a implementação da bolsa. Caso o candidato não cumpra o prazo, a bolsa será oferecida para o próximo candidato na lista de espera.
  • Casos omissos serão decididos pela Comissão Organizadora do Desafio.


e) Implementação e manutenção das Bolsas Arquimedes

  • Os bolsistas via Desafio em Matemática (vide item b) e o bolsista via OBM (vide item c) receberão durante o primeiro ano da graduação a bolsa Arquimedes, que consiste numa remuneração mensal de R$500,00 financiada por doação de um grupo de empresários do setor privado.
  • No final de cada ano letivo da graduação, o desempenho acadêmico de cada bolsista Arquimedes será avaliado pela Comissão de Graduação do Departamento de Matemática, sendo que cada bolsa Arquimedes pode ser (i) renovada ou (ii) transferida para outro aluno do Bacharelado em Matemática da PUC-Rio

|  Página inicial   |  Física  |  Matemática  |  Química  |